BioExtratus
BioExtratus
Terceira mostra de Artes Cênicas apresenta peças para o fim de semana

Terceira mostra de Artes Cênicas apresenta peças para o fim de semana

Mostra reúne 15 espetáculos de grupos estudantis e de rua sediados em Indaiatuba

Este fim de semana haverá cinco apresentações gratuitas da 3ª Mostra de Artes Cênicas. Promovida pela Secretaria de Cultura a Mostra começou no dia 3 e segue até 26 de novembro. As 15 apresentações serão alocadas na Sala Acrísio de Camargo (Ciaei), no Novo Centro Cultural Morada do Sol (Piano), em ruas ou praças do município. A Mostra reúne espetáculos de grupos estudantis e de rua sediados em Indaiatuba, selecionados e/ou convidados, nos seguintes formatos: Mostra Estudantil; Mostra de Grupos de Indaiatuba e Mostra de Espetáculos adultos e para crianças.

 

Programação:

Dia 10: A proposta

Grupo Sléz

Direção: Elias Raimundo dos Santos;

Autor: Elias Raimundo dos Santos;

Horário: 20h;

Local: Novo Centro Cultural do Jardim Morada do Sol;

Classificação etária: 12 anos;

A peça conta a história de um casal que já viveu um grande amor e hoje não passa de ódio e ressentimentos. Ele um homem ganancioso e persuasivo, ela não quer trabalhar e sua vida se resume em salão de beleza e academia. As coisas não estão nada fáceis para o casal, as contas chegando, as dívidas aumentando e nada de emprego.

 

Dia 11: Plástico pra toda obra

Grupo: O Quintal de Fulana e Melão

Direção: Naélia Forato e Romulo Osthues;

Autor: Naélia Forato e Romulo Osthues;

Horário: 10h;

Local: Praça Dom Pedro II;

Classificação etária: Livre;

O espetáculo registra a importância de se valorizarem os materiais plásticos dando-lhes uma segunda oportunidade antes de seguirem para a reciclagem. Os palhaços dão funções novas e os usam como objetos de cena para promover a reflexão sobre o reaproveitamento, provocando o encantamento na platéia por meio da surpresa.

 

Dia 11: Brosogó, Militão e o Diabo

Grupo de Palhaços Gandaiá

Direção: Fabio Pimenta;

Autor: Patativa do Assaré;

Horário: 11h;

Local: Praça Dom Pedro II;

Classificação etária: 10 anos;

Esta peça une a arte da palhaçaria com a oralidade e a profundidade do cordel de Patativa do Assaré. Música, voz, corpo e objetos de um palhaço trovador dão vida a este causo e geram um espação de comunhão e de reflexão entre artista e espectadores. O riso acompanha a história contada, mas ela trata de um tema sério.

 

Dia 11: Sombrio Gêmeas

Cia Pinanbeba

Texto: Alessandro Toller;

Orientação Cênica: Luiz Fernando Marques;

Horário: 20h;

Local: Novo Centro Cultural do Jardim Morada do Sol;

Classificação etária: 12 anos;

A garota e sua irmã. Estranheza, reconhecimento, repulsão, fascinação, a solidão acompanhada, a companhia que desencadeia a solidão. Somos a mesma pessoa o tempo todo? A garota e sua irmã são duas pessoas, buscando encontrar uma a outra, ou é a garota e seu duplo? O duplo que está ausente e presente ao mesmo tempo, o duplo que vira sua imagem, sua companhia, sua liberdade ou sua prisão. Quando acidentes ou coincidências acontecem, podemos não saber onde termina o nosso ser e onde começa o ser do outro.

 

Dia 12: Bem Casados

Grupo Os Atores

Direção: Moa Almeida;

Roteiro: Moa Almeida;

Horário: 17h;

Local: Novo Centro Cultural do Jardim Morada do Sol;

Classificação etária: 12 anos;

Bem Casados é uma comédia que conta a história de Vinicius um fotógrafo que tem ao seu lado desde infância, seu fiel amigo, Nicolas. Parceiros de bar eram tão inseparáveis que até nas enrascadas se metiam juntos, a cumplicidade era tamanha que até se casaram na mesma data. Com uma divertida história regada a vária emoções que o grupo aborda temas que envolvem casamento e amizade verdadeira.

 

Dia 18: Gestos de Equilíbrio

Coletivo Fleuma

Direção: Marcus Mazieri;

Autor: Marcus Mazieri;

Horário: 20h;

Local: Novo Centro Cultural do Jardim Morada do Sol;

Classificação etária: Livre;

Gesto: movimento do corpo, voluntário ou involuntário, que revela estado psicológico; expressão singular que se mostra em alguém ou em um semblante; maneira do humano de se manifestar; ação. ‘Gestos de equilíbrio’ é a exploração de um artista, através do seu complexo corpo-mente, do conceito de equilíbrio. Este estaria no movimento ou na imobilidade?

 

Dia 19: As  aventuras do vaqueiro Benedito

Grupo: Mamulengo Vagamundo

Direção: Antonio Augusto de Albuquerque Leitão;

Roteiro: Antonio Augusto de Albuquerque Leitão;

Horário: 16h;

Local: Saguão da Sala Acrísio de Camargo;

Classificação etária: Livre

Conta as aventuras de um boiadeiro nordestino e sua esposa que está grávida. Todos os personagens da peça são bonecos que relembram a cultura nordestina. Benedito, Margarida e o boi estrela fogem da fazenda do Capitão João Redondo. Chegando à cidade buscam abrigo entre a população. O capitão os persegue e a todos que se colocam no caminho.

 

Dia 19: Tribobó City

Cia Teatral Valeu a Pena

Direção: Bbeth Forini;

Texto: Maria Clara Machado;

Roteiro:Bbeth Forini;

Horário: 17h;

Local: Sala Acrísio de Camargo;

Classificação etária: Livre;

A pacata Tribobó City está em festa. O prefeito acaba de anunciar a construção da tão sonhada estrada de ferro, mas uma misteriosa gangue de pistoleiros descobre ouro nas terras de Tribobó e essa valiosa descoberta vai mudar os rumos da cidade. Tudo isso com muito bom humor e muita música.

 

Dia 21: Bastidores em Cena

Grupo Enrolados

Direção: Junior Grotto;

Roteiro: Junior Grotto;

Horário: 20h;

Local: Sala Acrísio de Camargo;

Classificação etária: Livre;

Cansado das reclamações e atrasos dos integrantes de um grupo teatral, o diretor decide escalar os atores de acordo com o comprometimento dos mesmos, o que gera muito atrito e confusão entre eles após verem os personagens de cada um em Romeu e Julieta. Com improvisos, brigas e muita risada, cenas descontraídas seguem até que várias reviravoltas no enredo irão dividir o grupo entre os que querem e não querem se apresentar.

 

Dia 25: Delírio

Grupo Em Conflito

Direção: Lukas Menddes;

Autor: Victor Braz;

Horário: 20h;

Local: Novo Centro Cultural do Jardim Morada do Sol;

Classificação etária: 14 anos;

Uma loucura na praça mostra as confusões na vida de João Carrapato, um falso mendigo que no decorrer da trama desperta o preconceito social da parte de todos os outros personagens. No final da peça revela-se que João Carrapato é considerado o terceiro homem mais rico do planeta.

 

Dia 26: A  Bruxinha que era Boa

Grupo de Teatro da Secretaria de Cultura

Direção: Gerê Canova;

Autor: Maria Clara Machado;

Horário: 16h;

Local: Novo Centro Cultural do Jardim Morada do Sol;

Classificação etária: Livre;

A peça conta a história da bruxinha Ângela, uma bruxinha diferente, que estuda na Escola de Maldades da Floresta: ela sempre se atrapalha ao tentar fazer maldades, ao contrário de suas colegas da Escola. Todas querem ganhar a fabulosa vassourinha a jato, prêmio para a bruxa mais malvada.

Dia 26: O Elixir

Cia Divas e Primos

Direção: Henrique Steve;

Autor: Henrique Steve;

Horário: 19h;

Local: Sala Acrísio de Camargo;

Classificação etária: 12 anos;

A comédia escrita e dirigida por Henrique Steve gira em torno das trapaças criadas pela personagem Dadá excêntrica e trambiqueira, que deseja ganhar dinheiro fácil com a fórmula de um elixir fajuto de uma cigana que promete mudar a personalidade das pessoas.

 

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat