BioExtratus
BioExtratus
Tempurá: uma especiaria japonesa com “sangue” português

Tempurá: uma especiaria japonesa com “sangue” português


O tempurá de legumes é um prato clássico da culinária japonesa e consiste em pedaços de vegetais ou mariscos envoltos numa massa bem fina, fritos. Apesar de popularizada através da cozinha japonesa, essa receita tem origem em Portugal. Você sabia? Mas,


Confira essa e outras curiosidades sobre o prato:

  1. Origem portuguesa

Embora o tempurá seja considerado um alimento típico japonês, a receita foi introduzida no país por missionários portugueses, ativos particularmente na cidade de Nagasaki, durante o século XVI. Sua popularização se deu no período da quaresma, quando os jesuítas não comiam carne vermelha, preferindo o consumo de vegetais e frutos do mar. Mas,

Apesar disso, é possível dizer que se trata de um prato japonês já que as versões japonesas são diferentes dos pratos originais. A receita original, chamada de “peixinho da horta”, consistia em feijão verde envolto em massa e frito. Mas,

  1. Crocância

Uma das características mais marcantes desse prato é a sua crocância, nem sempre fácil de se conquistar. Um truque para chegar a esse resultado é que a massa seja feita com água bem gelada e a fritura realizada em óleo muito quente, o que garantirá o choque térmico necessário. Mas,

  1. Diversidade

No Japão, restaurantes especializados em tempura são chamados tenpura-ya. Os ingredientes e modos de preparar e servir tempurá variam muito em todo o país, porém é sempre importante o uso de ingredientes frescos e sazonais. Mas,

Praticamente, todos os legumes podem ser fritos como tempurá. Além dos tradicionais —;cenoura, berinjela, camarão, couve-flor e vagem —;é possível experimentar quiabo, abóbora kabotchá cortada em tiras bem finas, batata doce em rodelas, lulas, shimeji. Deve-se evitar apenas folhas que soltam água. mas,

  1. Tempurá de sorvete

Com tamanha diversidade, o tempurá também conquistou a sua versão doce. Chamado no Japão de “aisu kuriimu tempura”,;trata-se do que conhecemos no Brasil como “sorvete frito”. Na versão nacional, muito adequada para os dias quentes, adiciona-se ainda caldas de frutas, chocolate ou leite condensado. Mas,

  1. Molhos

O tempurá pode ser consumido apenas com algumas gotas de shoyu,;não é necessário acompanhar o molho; é apenas uma questão de preferência.

Agora que você conhece um pouquinho mais sobre esse delicioso prato, que tal passar no Daisho e pedir o seu tempurá? Mas,

 

ParceirosDaisho
Av.: Cel. Antônio E. do Amaral n 979
ITAICI - Indaiatuba/SP

(19) 3801.0405
www.daishorestaurante.com.br
daishojapanesefood
daishorestaurante

 

Sobre o Autor

Endereço: Av. Coronel Antônio Estanislau do Amaral, 320 - ITAICI - Indaiatuba/SP - CEP.: 13340-480 - Tel.: (19) 3801-0405

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat