BioExtratus
BioExtratus
Apollo conta qual o segredo de uma boa sonorização ao vivo

Apollo conta qual o segredo de uma boa sonorização ao vivo

Será que existe um segredo para ter uma boa sonorização ao vivo?

Muitas vezes nos perguntam qual é o segredo para se fazer uma boa sonorização ao vivo. Na verdade não existe um segredo, e sim alguns procedimentos básicos que sempre garantem um bom resultado.

A primeira coisa que se deve fazer é saber que tipo de música será tocada. Como sabemos, cada estilo possui uma sonoridade própria. Por exemplo, o bumbo das baterias de Pop e Rock costumam ter mais ‘kick’ que o do Jazz, o baixo do Reggae é sempre muito mais grave.

A partir daí, o próximo passo é ouvir individualmente o som de cada instrumento no palco, e saber como é o seu timbre real. No caso de instrumentos elétricos (guitarra, baxi, teclado, etc), ouvir seus respectivos amplificadores devidamente ajustados pelos músicos.

Passagem de sonorização ao vivo

Uma boa passagem de som é mais do que meio caminho andado. É nesta hora que todos os problemas devem ser resolvidos. Como também sabemos a acústica do local onde o show ocorre pode prejudicar o timbre dos instrumentos. Nesse caso devemos lançar mão de recursos como equalizadores, compressores e outros equipamentos para garantir a fidelidade ou melhorar o timbre dos instrumentos.

Com todos esses elementos em mãos, basta ter  bom senso para fazer uma mixagem equilibrada. Onde se entenda tudo que está acontecendo no palco em termos musicais.

Acima de tudo tem o fator humano. Quanto melhor a parceria artista/técnico, melhor será a qualidade do som. Apesar de as vezes ser difícil lidar com a personalidade de alguns artistas, a princípio isto deve ser relevado em prol do som.

 

Postar fonte : https://goo.gl/EqiqU3

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat