BioExtratus
BioExtratus
Coluna Rota Educacional: Quando gira a maçaneta da porta

Coluna Rota Educacional: Quando gira a maçaneta da porta

Banner Postagem Rota Educacional

Quando a filha (poderia ser um filho)  avisa que vai sair um frio percorre toda minha coluna cervical e eu junto com uma imensidão de outros pais pensamos “hoje será uma daquelas noites mal dormidas e repleta de preocupação, sono picado, olhar preso ao celular, ligações para saber como eles estão por horas a fio

A preocupação invade o coração e começamos com as boas vibrações, na certeza de que vão saber fazer boas escolhas e cercar-se de gente boa.

O mundo que nos rodeia está perigoso, repleto de gente egoísta, narcisista, preconceituosa e maldosa. As drogas comprometem o bom discernimento, as bebidas dão ousadia para ações que não aconteceriam em estado normal, a falta de respeito e empatia validam agressões. A valentia exigida pela sociedade não aceita levar desaforos para casa. A desvalorização das minorias permitem açoitar o outro com palavras, gestos e atitudes despudoradas.

Dito isso, quando eles retornam para casa sãos, salvos e cheios de aventuras para contar podemos abraçá-los e desacelerar nossos corações preocupados.

Damos atenção às suas experimentações e eles pouco percebem das “nossas grandes aventuras” que fazem o coração quase sair pela boca: levar a trupe para uma festa pela estrada de terra escorregadia com o  barro da chuva que acabava de cair a quilômetros da sua casa; ser parada por uma blits da polícia em plena madrugada só de pijama (não vestindo as peças íntimas); pegar a pista em plena madrugada guiada pelo GPS do celular; sair de casa às 4 e trinta da madrugada; percorrer as ruas desertas da cidade para pegá-los eufóricos numa festa do outro lado do mundo; receber o áudio de sua filha chorando nervosa por ter sido deixada pela carona e ter pego um motorista da Uber que a aterrorizou junto com suas amigas; tendo que esperar horas para que chegassem sãs e salvas pela ação da polícia.

É temos que ter um coração bem forte, resiliente e amoroso. Por isso digo, quando gira a maçaneta da porta é puro alívio. A filha (O filho) chegou em casa do passeio escolhido.

Quando gira a maçaneta da porta agradeço a Deus por ter trazido minha;“eterna criança” ao aconchego do nosso lar.

Quando gira a maçaneta da porta pergunto se existem mães-pais que dormem despreocupadamente.

Quando gira a maçaneta da porta abraço e beijo mentalmente minha cria, meu maior tesouro.

Quando gira a maçaneta da porta meus medos e fantasmas dão trégua ao meu coração e à minha mente,;mesmo que momentaneamente.

Quando gira a maçaneta da porta posso entregar-me ao sono profundo. Não sem antes, ainda permanecer alerta para ouvir suas narrações que,;mesmo caindo de sono, escolho escutar para saber mais e mais da sua vida.

Agradeço que ela escolha me contar das suas vivências e eu possa opinar e aconselhar ciente de que confia em mim e aceita minhas censuras e orientações.

Agora então, boa  noite e bons sonhos para todos os pais aflitos. Semana que vem tem mais…

Rosangela Silva Coluna Roda Educacional Foto de Perfil

 

ROSÂNGELA SILVA, responsável pela coluna ‘Rota Educacional’ é pedagoga, pós-graduada em Psicopedagogia e Metodologias da educação à distância. Atua há quase 30 anos na área da educação passando pela sala de aula, coordenação e direção. Realiza cursos e palestras e tem como hobby escrever crônicas e poesias (Blog Encucações educacionais e algo mais www.mrosangela.blogspot.com e Mulher na direção www.facebook.com/mulheresnadirecao/).

 


Leia também: 

Saber esperar

O que deve conter em uma boa escola?

 

 

Sobre o Autor

Rua Joaracy Mariano de Barros, 212 - Solar do Itamaracá - Indaiatuba/SP - CEP.: 13.333-390 - Tel.: (19) 3329-7741 e (19) 9.8328.4111 (What´s App) [email protected]

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat