BioExtratus
BioExtratus
Por que meu bebê está chorando?

Por que meu bebê está chorando?

Cabeçalho Coluna Divã das Mães por Larissa Fonseca para Revista DÁvila

Para reconhecer os choros do bebê

por Larissa Fonseca

Já é sabido que todo bebê chora. Mas muitas vezes o choro do bebê causa angústia nas mães que buscam suas causas. Existem algumas dicas que auxiliam as mamães a identificar as razões de cada reclamação.

Choro de fome:

A fome costuma causar contrações no estômago do bebê o que o incomoda bastante. Neste caso, o choro é ininterrupto e bem forte. São gemidos semelhantes a um apelo que só cessam quando estiver satisfeito. Uma dica para se certificar de o bebê está chorando por causa da fome é observar seus movimentos de rosto e boca que neste caso se movem como se estivessem buscando o bico para mamar. Na maioria das vezes a amamentação vai sanar o choro.

Por que meu bebê está chorando?

Choro de cólicas e dores:

As cólicas são comuns entre os bebês seja pela imaturidade de seus sistemas digestivos, ou pela alimentação da mãe que pode influenciar a presença e a intensidade das cólicas do bebê lactente. O choro de cólica costuma ser bastante alto, porém algumas pausas podem acontecer. São gritos agudos seguido de um pequeno intervalo. Ao observar o bebê, verifique se seu rostinho está avermelhado como se ele estivesse fazendo força e se sua barriga está inchada e dura com contração das pernas. Esses são indícios de incômodo por cólica. Para  aliviá-las,  massagens,  paninhos  mornos  sobre  a região, colocar o bebê deitado de bruços sobre o peito da mãe e pressionar as perninhas do bebê dobradas em direção ao abdômen costumam auxiliar e até sanar o desconforto.

Choro de sono, stress ou cansaço:

Alguns bebês, quando muito cansados ou com sono, têm dificuldades em relaxar e acabam ficando irritados por não conseguirem dormir. O choro nesses casos é mais contido e nervoso geralmente acompanhado de soluços e a criança fica mais agitada. Para acalmar a criança, os pais devem manter o ambiente tranquilo, falar pouco e bem baixinho para que ela consiga relaxar e descansar.

Por que meu bebê está chorando?

Choro de dor de ouvido:

Alguns bebês recém-nascidos apresentam uma inflamação de ouvido conhecida como otite. O choro de dor de ouvido costuma ser intenso, agudo e contínuo.

Às vezes pode ser confundido com o choro de cólica, pois ambos expressam desconforto causado por dor. Nesse caso, toque de leve a orelha do bebê e veja se ele reage intensificando o choro. Você também pode oferecer o peito e, se ele mamar um pouco e logo parar reclamando pode ser porque ao sugar a dor no ouvido piora. O recomendado nesse caso é contatar o médico e seguir as instruções passadas por ele.


Leia também:

Divã para mães: O brincar da criança

Divã para Mães: Cuidado com o excesso de proteção!


Choro por desconforto de frio ou calor:

As sensações de frio ou calor incomodam o bebê que pode reagir com um choro copioso de desconforto. Quando estão com frio, normalmente as mãos e pés do bebê ficam mais gelados e seus lábios com aspecto arroxeado. Neste caso é indicado colocar roupas mais quentes ou uma mantinha. Já no caso do calor, é possível perceber pelo excesso de transpiração e vermelhidão da pele, além de muita inquietude da criança. Um banho refrescante e rupas mais leves auxiliam a amenizar essa sensação.

Por que meu bebê está chorando?

Choro de desconforto com fraldas sujas:

Quando a fralda está suja com cocô ou xixi pode causar desconforto nas crianças. O choro causado por essa sensação normalmente e fraco e estridente, quase como um resmungo que passará com a troca das fraldas.

Choro no final da tarde:

Existem muitos estudos que apontam o final da tarde como um momento de descarga de stress para os bebês. Isso pode ocorrer por conta do acúmulo de estímulos e agitação do dia. O choro neste caso é de inquietude e meloso. A criança parece mais tensa e agitada sem outras razões aparentes. As dicas nesse caso se assemelham às do choro por cansaço ou sono. O ideal é tranquilizar a criança com um tom de voz baixo e calmo, um banho ou uma massagem relaxante e até um acalento.

Sobre a Colunista
Larissa Fonseca Coluna Divã para Mães foto de Perfil

Larissa Fonseca é Pedagoga graduada pela USP, Pós Graduada em Educação Infantil e Psicopedagogia, Psicomotricista, especialista no Universo do Brincar pelo centro de estudos filosóficos Palas Athena, em Psicanálise e Educação pelo Instituto de Psicologia da USP e em Comportamento e Desenvolvimento Infantil, Escritora.
www.larissafonseca.com.br
[email protected]
Canal no youtube Larissa Fonseca Pedagoga
Book @livroduvidasdemae e @sosmaes
Instagram @duvidas_de_mae

 

 

 


Leia também:

Divã para mães: Sexualidade Infantil

Pet Terapia auxiliam a saúde de crianças e adultos

Adivinha, quem é o “crush” da banana?


 

Sobre o Autor

Rua Joaracy Mariano de Barros, 212 - Solar do Itamaracá - Indaiatuba/SP - CEP.: 13.333-390 - Tel.: (19) 3329-7741 e (19) 9.8328.4111 (What´s App) [email protected]

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat