BioExtratus
BioExtratus
Check-in Business: Saiba o que fazer quando a crise passar
Crédito da foto para Olu Eletu

Check-in Business: Saiba o que fazer quando a crise passar

Olavo Furtado disserta sobre o que fazer quando a crise passar

A crise vai passar? Sim, vai. Mas um dia ela volta? Sim, volta. Crise e capitalismo vivem um namoro que perdura desde a Revolução Francesa. Portanto, mal ou bem, forte ou fraca, a crise sempre volta. 
A parte mais difícil da crise é sem sombra de dúvida o desemprego. Estamos melhorando economicamente, mas o estrago vai demorar um pouco para ser arrumado. Agora, vamos supor que você saia da condição de desempregado, arrume um emprego e comece a gerar uma receita depois de um bom tempo sem um tostão no bolso. O que fazer? Algumas sugestões. 

Comece pagando

A primeira atitude, sem sombra de dúvidas, é começar a pagar as dívidas mais importantes. Mas nunca se esqueça do lema do bom pagador: negocie. Negocie taxas, juros, multas, o que for possível. É importante sentar com seus credores e mostrar que, dentro das possibilidades, você quer pagar as dívidas. Negocie, portanto. Pense que tem muita gente na sua situação e os credores querem receber.

Alguns credores realmente estão abertos a fazer uma negociação pois sabem que pior que receber uma parte da dívida é não receber nada. Você não fez dividas por que esbanjou. Foi a crise. Quem faz dividas por má fé é caloteiro. Se você não se enquadra nesta tribo, negocie muito. Inclusive com aqueles que tem lucro trimestral na casa dos bilhões: bancos. Mas,

check-in-business-saiba-o-que-fazer-quando-a-crise-passar (2)Cuidado com os gastos

Outra sugestão é tomar cuidado com novos gastos. Um período longo de seca, gastando só o necessário, nos induz a gastar mais quando a situação melhora.  Ficamos tanto tempo segurando as pontas, gastando só o necessário que, quando dá uma melhorada, pronto, cometemos os mesmos erros do passado.  Dinheiro não leva desaforo para casa, meus queridos! Essa é uma frase que eu ouço muito, principalmente de quem quem tem bastante dinheiro para não gastar! Em resumo: a crise deve ensinar a gastar. O Brasil não é um país para se ostentar, dinheiro não é feito para rasgar e riqueza nas redes sociais é fake ou photoshop.  

Eduque-se financeiramente

Se a crise deve ensinar, você poderia aprender antes da crise, correto? Sim. Eduque-se financeiramente. Há inúmeros cursos na internet, gratuitos, que lhe dão dicas e noções sobre finanças pessoais, economia doméstica e como tratar bem o seu suado dinheiro que recomeça a pingar na sua conta. Faça disso uma qualificação sua: educação financeira. Passe isso para seus filhos, netos ou outras pessoas que você é responsável. Além de estar fazendo um bem danado para você e sua família, vai ajudar o Brasil a sair deste e dos eventuais atoleiros que possam aparecer. 

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat