BioExtratus
BioExtratus
O mais novo queridinho das clínicas de estética promete reduzir a flacidez

O mais novo queridinho das clínicas de estética promete reduzir a flacidez

Radiofrequência utiliza calor para aumentar a produção de colágeno

 

As clínicas de estética estão sempre em busca de inovações para exterminar de vez as queixas mais frequentes das clientes. Uma das técnicas que vem ganhando espaço é a aplicação de radiofrequência. Um aparelho que utiliza radiação de espectro eletromagnético e gera calor. Alcançando assim, os tecidos mais profundos e mantendo a superfície da pele resfriada e protegida.

A biomédica Natalia Lopez, explica que o tratamento é indolor. “A cliente sente o calor, mas é completamente suportável. Isso ocasiona a contração das fibras colágenas e estimula a formação de novas fibras. Tornando-as mais eficientes na sustentação da pele”, explica.

 

 

Esteticista fala sobre o assunto

Segundo a esteticista Mirella Cardoso, da Clínica Mirella Cardosos Estética, em São Paulo, a radiofrequência pode ser realizada em diversas áreas do corpo, como braços, pernas, rosto, barriga e até no bumbum. Conheça os benefícios da radiofrequência em cada região:

  • No rosto: o calor aplicado no rosto pela radiofrequência proporciona a diminuição das linhas de expressão, rugas, flacidez e melhora o contorno da face, a conhecida “papada”;
  • No Abdômen: indicado principalmente para quem fez algum procedimento cirúrgico, é ideal para minimizar a gordura localizada e tonificar a pele;
  • Nos braços: o aparelho promete acabar com a pele flácida tão comum abaixo da axila, reduzindo as ondulações da pele e melhorando seu aspecto;
  • No glúteo: ajuda a tonificar e melhorar o aspecto da celulite;

 

A esteticista ressalta que os resultados aparecem gradualmente. “É possível notar alguma diferença até na primeira aplicação, mas após algumas sessões que se tornam mais aparentes”, conclui.

A biomédica alerta para a importância da temperatura correta das aplicações “É importante que se aplique à 38ºC para tratamento de fibrose e 42ºC para tratamento de flacidez de pele, celulite e gordura”, explica. E ainda ressalta que, em geral, a radiofrequência não tem efeitos colaterais. Mas pode causar vermelhidão no local por causa do calor. “É um tratamento muito seguro e eficaz”, completa.

A radiofrequência é contraindicada para mulheres grávidas, pessoas portadoras de neoplasias, marca-passo, diabéticos e em peles com transtornos circulatórios, como varizes e tromboses.

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat