BioExtratus
BioExtratus
Vida de Adolescente: Livre-se dos muros e limitações
Crédito da foto para Warren Wong on Unsplash

Vida de Adolescente: Livre-se dos muros e limitações

Coluna Vida de Adolescente por Kelly Albrecht

Para o jovem ficar antenado e abraçar as oportunidades, será preciso expandir;a forma de perceber o mundo a seu redor

Talvez você conheça pessoas que vivem sem objetivos,;como se estivessem numa embarcação a deriva em pleno oceano,;vão se deixando direcionar e até podem estar cercadas de oportunidades;que passam diante delas mais sem os olhos abertos e ouvidos atentos, perdem e não se dão conta.

Portanto, para o jovem ficar antenado e abraçar as oportunidades, será preciso expandir a forma de perceber o mundo a seu redor. 

Diariamente novos conhecimentos estão disponíveis, informações, tecnologias, aprendizados, um mundo novo se abre em nosso caminho e somos impelidos a fazer uma seleção natural da realidade externa e armazenar memórias,;valores, crenças e decisões. Assim, criando representações internas que lançamos mão para dar um significado particular a absolutamente qualquer coisa,;portanto, são as percepções que influenciam a maneira como nos comportamos frente ao cotidiano.

Os coautores da PNL, Richard Bandler e John Grinder afirmam que “as pessoas que reagem de maneira criativa e agem de maneira efetiva […] são pessoas que possuem uma representação ou modelo rico da sua situação, na qual percebem uma grande gama de opções para escolher a sua ação.

As outras pessoas pensam ter poucas opções porém, nenhuma delas atraente […] o que descobrimos não é que o mundo é muito limitado ou que não existam escolhas,;mas que essas pessoas bloqueiam a si mesmas impedindo-se de ver as opções e;possibilidades abertas a elas já que não estão disponíveis nos seus modelos de mundo”.

A libertação dos muros imaginários 

Sair de um estado de impossibilidade provisória ou permanente é tomar uma decisão e libertar-se dos muros imaginários,;é experimentar lentes novas para representar o mundo que está ai, disponível a todos.

Pense exatamente no que não anda bem no momento e pergunte-se: Como eu agiria se eu fosse a pessoa mais … do mundo? (exemplos: produtiva, concentrada, amada).

Ver-se como alguém “ideal” fará pensar nos recursos necessários, nos valores a serem atendidos,;nas crenças afirmativas que precisa desenvolver a cerca de si mesmo. Portanto, comece a se redesenhar, a alinhar o comportamento a tudo isso, porque esse é um passo altamente importante que não deve ser negligenciado.

Sobretudo, descobrimos que temos um mapa que representa o mundo, a boa noticia é que ele não é o mundo, portanto pode e deve ser expandido!

Lembre-se:

“Sonhar pequeno ou sonhar grande dá o mesmo trabalho. Então, sonhe grande”. Cesar Souza.

Sem suma, busque as respostas, se inspire em pessoas;que já fizeram acontecer e grave bem: o mundo é muito mais abundante do que supomos.

Texto para a coluna Vida de Adolescente da Revista D’Ávila, por Kelly Albrecht, Psicóloga e Coach na Coaching Education.

Kelly Albrecht Coluna Vida de Adolescente'
Kelly Albrecht é Psicóloga e Coach, formada pela Universidade Metodista de Piracicaba, Fundadora e idealizadora da Coaching Education é membro da Sociedade Brasileira de Coaching, Orientadora Vocacional, Terapeuta Cognitivo-Comportamental, Hipnoterapeuta, Consteladora Familiar Clínica, Facilitadora e Palestrante para grupos de pais e adolescentes. Atende na unidade Indaiatuba e região.

Sobre o Autor

Escreva uma minibiografia para constar no seu perfil. Essas informações poderão ser vistas por todos.

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat