BioExtratus
BioExtratus
Alerta aos pais: a exposição das crianças nas redes sociais

Alerta aos pais: a exposição das crianças nas redes sociais

Coluna Divâ para mães - Copia

Cuidados com a exposição das crianças nas redes sociais

A internet exige uma série de cuidados e limites pois os riscos existem e são muitos. Publicar tudo o que acontece na rotina da criança (e a dos adultos também) pode trazer consequências negativas como prejuízos para o relacionamento, o trabalho, as relações pessoais, a integridade física. Basta pensar que nem todos têm o mesmo olhar que você para aquelas imagens ou situações.

É preciso estar atentos com pessoas mal-intencionadas que podem fazer uso indevido dessas informações e imagens e até mesmo para criarem dossiês por meio de páginas dos usuários nas redes sociais.

Lembrem-se de que, ao se marcar em um local, todos terão acesso aos lugares que você frequenta com as crianças, os planos para o fim de semana, dados sobre sua família, entre outras informações que colocam a segurança em risco.

Mas e o que fazer com a vontade de compartilhar as peripécias e conquistas dos pequenos?

É praticamente impossível impedir o crescimento das redes sociais, por isso, o fundamental é usar o bom senso para discernir o certo do errado e saber o que informar nas redes sociais.

É importante pensar se o seu comportamento virtual está sendo igual ao da vida particular e se o que pretende divulgar é de fato aquilo que gostaria que as pessoas soubessem sobre você. Aquilo que divulgamos nunca desaparecerá por completo da internet!

Antes de postar:

  • Tenha sempre bom senso e cautela ao compartilhar informações em redes sociais.
  • Faça publicações genéricas, em momentos alternativos, sem muitos detalhes das pessoas e locais.
  • Utilize filtros de privacidade para minimizar o acesso de terceiros às suas publicações;
  • Utilizar os canais para compartilhar boas notícias e informações que sejam relevantes para ajudar a construir um mundo melhor.
  • Revise também sua privacidade na rede social, alterando a configuração para que apenas amigos acessem a sua página.
  • Fotos da criança com amiguinhos só com autorização dos pais!

Existem momentos na vida que são únicos e merecem recordações, mas que também são sagrados (o mundo não precisa ter acesso) e merecem proteção. Assim, faça todos os registros possíveis da hora do sono, da amamentação, do banho, do cocô etc., Eles podem ser eternizados numa foto para compor o álbum da família,

Lembrem-se de deletar as imagens do aparelhos e dos dispositivos que as guardam na internet /backup, etc.

Para evitar:

  • Nunca adicione pessoas desconhecidas.
  • Nunca poste fotos e vídeos de caráter mais íntimo (banho, fazendo xixi ou cocô, etc)
  • Nunca compartilhe posts que possam identificar seu endereço ou demonstre situações de seu nível socioeconômico.
  • Não divulgue os hábitos da rotina da criança (onde faz cursos, atividades, onde estuda);
  • Não mostrem as partes íntimas do corpo;
  • Evitem postar fotos dos filhos com o uniforme escolar;
  • Não divulguem fotos ou filmes que mostrem a casa;
  • Cuidado com dispositivos que mostram a localização: alguns celulares têm a tecnologia GPS, então, quando você coloca a foto, ela tem informação do local de onde foi tirada.
  • Evite postar imagens e publicações que indiquem sinais particulares de sua vida pessoal e de sua família.
  • Não compartilhe Informações pessoais (como telefone, endereço, nome da escola, onde os pais trabalham etc.)
  • Não compartilhe locais onde está naquele momento ou quando se ausenta por longo período (viagem, etc).
  • Evitar postar em grupos “machucados” dos filhos, principalmente os pertos da genitália, etc. Nunca se tem controle de até quem e onde essa imagem vai!
  • Não publique foto da criança em alta resolução (pode ser usada para fins ilícitos e maliciosos). Uma imagem que, aparentemente não tem a menor malícia, pode adquirir significados diferentes em outros contextos.
  • Cuidado com as Fotos que podem causar o constrangimento da criança futuramente
  • Não postar Fotos onde crianças estão perto de objetos de valor
  • Evitar postar “fotos engraçadinhas” que podem se tornar viral no mundo todo e expor a criança ainda mais

Sobre a colunista

Larissa FonsecaPedagoga graduada pela USP, Pós Graduada em Educação Infantil e Psicopedagogia, Psicomotricista, especialista no Universo do Brincar pelo centro de estudos filosóficos Palas Athena, em Psicanálise e Educação pelo Instituto de Psicologia da USP e em Comportamento e Desenvolvimento Infantil, Escritora.
www.larissafonseca.com.br
[email protected]
Canal no youtube Larissa Fonseca Pedagoga
Book @livroduvidasdemae e @sosmaes
Instagram @duvidas_de_mae

 
Acompanhe outras matérias da Coluna Divã para mães

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat