BioExtratus
BioExtratus
Depressão

Depressão

A depressão é uma das doenças psicológicas que esta aumentando cada vez mais em todo mundo

Alguns dizem até que é a doença do século, juntamente com a ansiedade,  saiba o que é e quais seus sintomas, bem como diferencia-la da tristeza.

O que é Depressão?

Depressão é uma doença que afeta principalmente o humor psicológico, entretanto ela não se restringe a isso, mas afeta a saúde do deprimido por completo, o corpo, os pensamentos e a forma de compreender e se relacionar com o mundo.

A depressão faz com que o individuo seja acometido por uma sensação de tristeza profunda, falta de energia, desânimo e desinteresse. Dependendo do grau da depressão até mesmo as coisas que pessoa mais gostava de fazer se tornam cansativas.

O que é humor psicológico?

 É uma espécie de “energia” que serve para realizar as atividades do cotidiano. Alguém com o humor deprimido (baixo) fica parecido com um brinquedo com baterias fracas, anda de vagar, fala pouco, apresenta baixa auto-estima e baixa autoconfiança. Já uma pessoa com humor muito elevado (mania) se sente cheio de energia, autoconfiança alta , o amor próprio vai às alturas e por vezes se sente onipotente (isso não é necessariamente bom).

Qual a diferença entre a depressão e a tristeza comum?

A tristeza comum geralmente tem um motivo claro e assim que ele é resolvido ou se consegue aceitá-lo a melancolia vai embora.  A tristeza comum costuma ser passageira e transitória.

Na depressão o paciente habitualmente não consegue lembrar o que motivou a angústia.  A depressão é mais duradoura e os sintomas ou sinais são mais intensos: insônia, falta de apetite, perda da libido entre outros.

Estou com depressão? Como é feito o diagnóstico?

 O diagnóstico de depressão não é algo tão simples, isso por que ele depende do relato do paciente, entretanto existem outras doenças que apresentam sinais semelhantes, como por exemplo, a anemia e problemas neurológicos. Por isso ao ser informado de sintomas relacionados à depressão o médico psiquiatra ou neurologista comumente pede exames de sangue, eletroencefalograma e tomografia do crânio.

Tanto o médico quanto o psicólogo podem dar esse diagnóstico, no caso do psicólogo, o mais adequado é encaminhar ao médico (geralmente o psiquiatra) para que outras hipóteses de adoecimentos sejam descartadas. 

Quais as causas?

 De modo geral a depressão está associada a um desequilíbrio químico no cérebro, tal desequilíbrio seria herdado geneticamente, isso explicaria por que existe uma incidência maior de sintomas depressivos em filhos de pessoas que sofrem dessa doença.

Hoje dia considera-se que a depressão (assim como outras doenças) seja uma combinação de diversos fatores biológicos, psicológicos e ambientais. Passar por um momento delicado da vida, viver em um ambiente desfavorável e não possuir habilidades para lidar com os problemas do cotidiano são causas de depressão tanto quanto fatores bioquímicos.  Mesmo a incidência de depressão em filhos de pais deprimidos pode ser motivada pela aprendizagem e influência do ambiente.

Sintomas de depressão

  1. Desânimo
  2. Diminuição dos movimentos, em alguns casos o doente pode ficar por dias sem levantar da cama
  3. Insônia ou sono excessivo
  4. Perda ou aumento do apetite
  5. Diminuição do desejo sexual
  6. Disfunção erétil (impotência) e/ou diminuição do desejo sexual
  7. Voz baixa e/ou muito lenta assim como diminuição do desejo de falar
  8. Diminuição da atenção e concentração
  9. Choro fácil e frequente
  10. Sentimentos de melancolia
  11. Sentimentos de tédio e aborrecimento
  12. Apatia (indiferença afetiva)
  13. Pessimismo
  14. Sentimento de culpa
  15. Pensamentos de morte e suicídio

Sempre se manifesta da mesma forma?

Não! Enquanto em algumas pessoas a depressão causa sono excessivo em outras ela causa insônia, alguns perdem o apetite outros passam a comer demais, algumas pessoas começam a se movimentar menos e a falar pouco, outros já se apresentam agitados e falantes. O que eles têm em comum são os sentimento de vazio e tristeza.  

Quais são as pessoas mais propensas a doenças psicológicas?

As doenças psicológicas podem aparecer em qualquer pessoa independentemente de classe social, sexo e idade (existe depressão infantil). Ainda assim ela é mais comum em mulheres do que em homens, alguns pesquisadores creditam isso às oscilações hormonais do sexo feminino. Idosos também são mais propensos a esse problema, estima-se que 15% dos idosos brasileiros sofrem com esse mal. Alguns fatores ou características são comuns em pessoas deprimidas e por isso quem os apresenta está no chamado “grupo de risco”:

  1. Solidão
  2. Estresse
  3. Conflitos pessoais ou conjugais
  4. Problemas financeiros
  5. Desemprego ou subemprego
  6. Problemas de saúde
  7. Histórico familiar de depressão
  8. Histórico de abuso ou negligencia na infância

Depressão tem cura?

Em alguns casos sim, porém existem outros em que se faz necessário um acompanhamento constante.

Qual o tratamento?

O tratamento mais eficaz é a combinação de psicoterapia e medicamentos antidepressivos. Quando a principal causa são conflitos pessoais ou interpessoais ou ainda dificuldade em lidar com os problemas da vida, a psicoterapia mostra melhores resultados, entretanto ela não é um substituto para os remédios.

Bianca Tomazi Psicóloga
(19) 9.9715.5479 (WhatsApp)
psicologa.biancatomazi

 

Postar fonte : https://goo.gl/WkLJB3

Sobre o Autor

Rua Joaracy Mariano de Barros, 212 - Solar do Itamaracá - Indaiatuba/SP - CEP.: 13.333-390 - Tel.: (19) 3329-7741 e (19) 9.8328.4111 (What´s App) [email protected]

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat