BioExtratus
BioExtratus
Como cortar o cabelo da criança sem chororô?

Como cortar o cabelo da criança sem chororô?

Corte o cabelo de seu Bebê sem chororô

Uma reação comum quando se leva os bebês e crianças pequenas para cortar o cabelo é o choro.  A ida ao salão de cabeleireiro pode se tornar um momento tenso para a criança. Ambiente desconhecido, barulho, pessoas que ela nunca viu, tudo isso acaba agitando a criança. Ela grita, esperneia, chora, tem medo. Quantos pais já não se viram nessa situação?

Para tornar a experiência de cortar o cabelo mais agradável, o ideal é que os pais conversem e tranquilizem a criança. Dizendo por exemplo; onde eles estão indo e como funciona o procedimento. Como sendo algo indolor e que pode ser divertido. Não faça com que a ida ao salão seja uma surpresa, a criança precisa estar preparada.

Listamos abaixo 5 dicas do Tio Alê, cabeleireiro especializado em bebês e crianças e sócio fundador do Corte Kids (www.cortekids.com.br) que vão ajudar a tornar essa experiência a mais agradável possível para todos (papais, mamães, criança e profissional).

 

1 – Vá a um salão especializado em atendimento infantil

Os salões para o público infantil estão preparados para o corte de cabelo em crianças. Possuem assim, um ambiente divertido e temático, com brinquedos, vídeo games, televisão, tudo para entreter as crianças. Outro ponto positivo de um salão especializado em atendimento infantil é que além do ambiente divertido e profissionais treinados para atender os pequenos, a criança verá outros coleguinhas passando pelo mesmo processo e entenderá que isso é algo natural.

Por mais que alguns pais gostem de levar a criança no salão que eles frequentam, muitas vezes as crianças não se adaptam ao local e ao barulho. Em um salão especializado em atendimento infantil, a criança conta com profissionais treinados e pacientes. Transmindo uma segurança para as crianças passarem por essa experiência sem trauma e sem choro.

 

2 – Os pais devem manter a calma

Na hora de cortar o cabelo alguns pais ficam mais nervosos do que os próprios filhos e começam a achar que eles vão chorar. E que não vão deixar com que o profissional corte o cabelo e acabam até adiando a ida ao salão.

Os filhos percebem a agitação dos pais e esse nervosismo acaba passando para a criança. A dica é manter a calma, não demonstrar agitação, conversar com a criança, explicar que todo o processo não envolve sofrimento e concluir dizendo que ela ficará ainda mais linda.

3 – Agende e chegue antes do horário combinado

A dica é chegar ao salão um pouco antes do horário marcado, assim a criança já se ambienta e pode inclusive, brincar um pouco. Desfrutando de toda a infraestrutura do espaço. Além disso, o profissional já começa a interagir e a ganhar a confiança da criança, isso fará com que ela fique mais relaxada na hora de cortar o cabelo.

Outra dica é tentar levar a criança sempre no mesmo salão e de preferência, que o corte de cabelo seja realizado pelo mesmo profissional. Assim, vai criando um laço de simpatia e amizade entre os dois, facilitando o trabalho e tornando a experiência mais tranquila.

 

4 – Não agende o corte no mesmo dia em que a criança foi ao médico ou tomou vacina

Pode parecer exagero, mas evite marcar o corte de cabelo das crianças no mesmo dia em que ela foi ao médico, ao dentista, tomou vacina ou se estiver muito cansada, pois a criança já vai estar um pouco assustada e sensibilizada.

Os pais devem identificar qual o momento do dia em que a criança se encontra mais disposta e mais tranquila. E com base nisso, marcar o horário no cabeleireiro. Se notar que a criança acordou indisposta no dia combinado, desmarque.

5 – Permaneça um tempo no salão depois do corte

O ideal é deixar a criança brincar mais um pouco depois do corte e não ir embora rapidamente do salão. Aqui no Corte Kids, por exemplo, fazemos questão de tornar o espaço o mais lúdico possível, para que a criança possa valorizar a experiência que teve. Com certeza ela lembrará que brincou em nosso espaço e isso facilitará o seu retorno.

Sempre orientamos que os pais deixem a criança brincar nem que seja por 5 minutos após o corte. Por isso, prefira levá-la quando estiver com tempinho livre. Se estiver com pressa, só contribuirá para que ela fique mais ansiosa. Se ela for embora logo após o corte, na próxima vez ela só lembrará que cortou, mas se você a deixar brincar, ela lembrará que foi divertido e agradável.

Crie uma rotina e não demore muito para retornar ao salão. Essas dicas tornarão o corte de cabelo para crianças uma experiência mais tranquila e sem chororô para seus filhos.

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat