BioExtratus
BioExtratus
Coluna Organizer: Desapego

Coluna Organizer: Desapego

Sejam bem-vindos à Coluna Organizer, a primeira coluna também disponível em vídeo da Revista D’Ávila, e que irá abordar dicas de organização

Olá! Seja bem vindo à coluna Organizer, a primeira coluna também disponível em vídeo da Revista D’Ávila, e que irá abordar dicas de organização. Eu sou Cíntia Lorentti, Personal Organizer, e o primeiro assunto que eu escolhi pra compartilhar é justamente o ponto de partida de qualquer organização: o desapego. Você também tem dificuldade com isso, né? Não se preocupe, a maioria das pessoas tem. E por que é tão difícil desapegar? Porque o apego quase sempre remete a uma lembrança, uma saudade. Pode ser uma blusa de lã que sua mãe, que hoje vive só na memória, tricotou. Aquela calça que você pagou o olho da cara e não serve mais porque você engordou. Ou o presente de casamento que você ganhou daquele padrinho tão especial. Até aquele bilhetinho amarelado que seu parceiro te deu como marco do primeiro encontro.

Tem coisa que não dá pra simplesmente abrir mão. Mas adianto que esses casos são uma porcentagem bem pequenininha do que geralmente acontece. As pessoas tendem a guardar inúmeros itens pelo mesmo motivo. Por exemplo, se a blusa de lã te traz uma recordação da sua mãe, guarde uma, talvez duas, mas não vinte, trinta (confesso que já vi mais…). Agora a roupa apertada, o sapato que machuca, todos os trabalhos de escola do seu filho desde o maternal, o pote sem tampa, a xícara sem pires, o blazer manchado de tanto tempo guardado, aquele par de polaina… desapega!

Perca esse envolvimento, encerra essa dependência. A vida tem que andar, as energias têm que se renovar. Abandona aquele discurso do “vai que eu precise um dia”. E por isso eu vou te dar uma dica bem valiosa. Responda a estas perguntas com sinceridade:

Você usou no último ano?

Não? Passa pra frente! Confesso que na minha casa eu sou mais radical, bastam seis meses pra uma coisa ir embora. Mas tudo bem, vamos considerar o ciclo de um ano pra não dar a desculpa que não usou a guirlanda porque não chegou o natal (mesmo que ela não tenha sido usada na última década).

Comprou uma peça nova?

Se for uma blusa por exemplo, tire uma que esteja mais velhinha ou cansada do meio. Aumentar a quantidade de uma mesma coisa só vai fazer com que você vá entulhando e logo não ache nem a velha, e nem a nova. Vale pra muita coisa.

Utensílios, sapatos, acessórios…

Você compraria a mesma coisa de novo?

Se a resposta é não, aquilo não te agrega. Só te ocupa espaço.

Em qual lugar você guardaria? Ou ainda: se você quisesse encontrar, em que lugar você iria procurar?

Se não tiver uma resposta pra isso, tá na hora de ir embora.

As pessoas ainda tem a visão errada do que é desapegar. Desapegar não é jogar fora. Tá certo, tem coisa que por um mínimo de dignidade não se deve nem pensar em repassar. Mas a maioria delas, estando em bom estado, você pode doar, ou também vender! Tem muita coisa que não é mais útil pra você mas outra pessoa adoraria ter, e pagaria um preço adequado por isso.

Cada caso é um caso, e claro que essas dicas não cobrem todos eles. Mas te garanto que dá pra começar e livrar de muita inutilidade.

Então aproveita e desapega!

Sobre a Colunista

Cintia Lorentti Coluna Organizer foto PerfilMeu nome é CINTIA LORENTTI, tenho 36 anos e sou Engenheira Mecânica Automobilística graduada pela FEI,;profissão a qual me dediquei por 12 anos em montadoras de automóveis, em áreas relacionadas a manufatura, desenvolvimento e testes. Casada, mãe de dois filhos, busquei depois disso uma profissão que possibilitasse estar mais perto do meu bem maior: minha família.

E procurando pelo que de melhor sabia fazer percebi um ponto comum em todos os aspectos da minha vida, que é a organização. Organizar é mais que arrumar. É ganhar qualidade de vida, tornar-se mais leve e orgulhoso de si e seus feitos. É evitar stress desnecessário, já que nossa rotina corrida se responsabiliza por isso sozinha. Você vai encontrar na coluna algumas dicas que definitivamente podem tornar o seu relacionamento com suas coisas muito mais prático, lógico e rápido. A intenção não é dar uma dica por si só, ela não vai solucionar sua vida. Mas se você estiver disposto a ir absorvendo esta filosofia, logo poderá criar algumas soluções para problemas que só você conhece no seu dia-a-dia.

Sobre o Autor

Escreva uma minibiografia para constar no seu perfil. Essas informações poderão ser vistas por todos.

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat