BioExtratus
BioExtratus
Caspas tendem a piorar no inverno. Você sabia?

Caspas tendem a piorar no inverno. Você sabia?

É isso mesmo: embora sejam um problema comum a todas as épocas do ano, o frio contribui para o surgimento das caspas. Saiba como combatê-las agora!

A saúde capilar exige cuidados durante o ano todo. Mas, há certos períodos em que as condições climáticas podem exigir alguma atenção extra. No verão, o calor excessivo contribui com a oleosidade; no inverno, a incidência das caspas acabam sendo elevadas por conta das temperaturas baixas. Mas, você sabe por que isso acontece? Descubra neste artigo e entenda também como evitar e tratar o problema.

O que são as caspas?

As caspas são resultado de uma inflamação que ocorre no couro cabeludo e que causa descamação da pele. Seu nome científico é dermatite seborreica, e ela pode atingir ainda regiões como sobrancelha, nariz, orelha, peitos, virilha e costas. Além da queda de escamas, a caspa também pode provocar vermelhidão, coceira e ardência no local.

Segundo estudiosos, a caspa pode ter diversas origens: fatores genéticos, de alergias, do uso de certos medicamentos, do fungo pityrosporum ovale, doenças neurológicas ou diabetes. Mas, fatores emocionais também podem influenciá-la. Ou seja: uma vez que o sistema nervoso tem ligação direta com a pele, problemas como o estresse podem criar ou intensificar caspas já existentes.


Leia mais: 

7 causas para o frizz de cabelo que você desconhecia

4 erros que deixam seus cabelos pretos opacos


Caspas no frio: um problema ainda maior

Você ainda deve estar se perguntando por que é que as caspas se intensificam no frio, certo? Além do fato da estação do ano ser mais propícia ao uso de roupas escuras, o que torna mais evidente a aparição delas, há outros fatores que realmente contribuem para que o problema se intensifique nesta época do ano:

  • Baixas temperaturas

 

As baixas temperaturas favorecem o surgimento de fungos. Além disso, costumes e práticas que surgem com essa temperatura contribuem com seu aparecimento, como o uso excessivo de secadores e chapinhas. Por isso, tente evitar esses equipamentos ao máximo. Tudo isso, somado ao fato de que o couro cabeludo tende a ficar mais ressecado nessa temperatura.

 

  • Lavar o cabelo com menos frequência

 

Lavar os cabelos com menos frequência permite que células mortas sejam retiradas com menos intensidade. Todo esse acúmulo de resíduos, somado à oleosidade capilar que tende  aumentar, são um prato cheio para que a caspa surja ou se torne um problema ainda maior.

 

  • Uso de água muito quente na lavagem

 

Usar água muito quente na lavagem dos cabelos vai ocasionar um ressecamento ainda maior do couro cabeludo, além do aumento na produtividade das glândulas sebáceas. Então, procure usar água em temperaturas mais amenas, pois a oleosidade que surge com a água quente também é um convite para a aparição de fungos.

 

  • Mudanças bruscas de temperatura

 

Evite sair de um banho quente e logo em seguida colocar os cabelos dentro de um chapéu, touca ou algo que vá mantê-los úmidos. A troca constante de temperatura, especialmente para um clima mais úmido e abafado, é favorável ao surgimento e à proliferação de bactérias e fungos, que podem agir diretamente nas caspas.

Como combater esse problema

Segundo a própria medicina, não há garantias de que a caspa possa ser completamente eliminada, por se tratar de um problema crônico. Ainda assim, existem diversos métodos de realizar um controle e diminuição bem efetivos:

 

  • Procurar o sol

 

Uma das causas do aumento da caspa é a menor exposição solar. Portanto, trate de procurar se manter o máximo possível em qualquer solzinho que aparecer por aí. Além disso, os raios ultravioletas auxiliam no combate à irritação, e contribuem com o tempo de maturação celular dos fios — que cai no frio, e por isso acaba ocasionando a descamação.

 

  • Lavar o cabelo frequentemente

 

Lavar o cabelo diariamente, ou ao menos em dias alternados contribui com a limpeza do couro cabeludo. Consequentemente, torna o ambiente menos propício à proliferação de fungos, que são uma das causas da caspa.

 

  • Manter os fios soltos

 

Nada de deixar os cabelos presos, especialmente quando molhados. O clima úmido é excelente para que possíveis fungos se proliferem e piorem ainda mais a irritação em seu couro cabeludo.

 

  • Produtos de combate à caspa

 

Se as caspas já acometem o seu couro cabeludo, invista nos produtos da Linha Anticaspa da Bio Extratus. Além de lidar com ativos naturais e tratar o problema da caspa com um shampoo, condicionador e loção de tratamento intensivo, eles conferem hidratação extra aos fios e couro cabeludo. Além de limpar, ingredientes como a menta, o própolis, o piritionato de zinco e o piroctone olamine atuam acalmando, refrescando e cicatrizando a pele irritada.

Antes que o frio chegue, dê um fim à caspa e se livre desse peso extra!

caspa bio extratus


Confira também:

Quando optar pelo shampoo sem sal?

Saiba as 9 principais causas para a queda de cabelos nas mulheres


 

Sobre o Autor

Rua Joaracy Mariano de Barros, 212 - Solar do Itamaracá - Indaiatuba/SP - CEP.: 13.333-390 - Tel.: (19) 3329-7741 e (19) 9.8328.4111 (What´s App) [email protected]

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat