BioExtratus
BioExtratus
11 práticas brasileiras na cozinha italiana que os italianos desconhecem

11 práticas brasileiras na cozinha italiana que os italianos desconhecem

Você tinha certeza que aquele prato, receita ou modo de preparar a sua receita favorita era legitimamente italiano? Pode ser que você esteja enganado…

Quando vamos nos deliciar com uma receita típica de um determinado país, o mínimo que esperamos é que esta receita seja genuína. A cozinha italiana, por exemplo, é provavelmente uma das mais conhecidas e difundidas pelo Brasil. Acontece que, nem toda receita italiana que você tem consumido por aí é de fato proveniente do país em formato de bota. Isso acontece porque com o tempo algumas adaptações são necessárias, seja por conta da falta ou diferença de ingredientes, fatores climáticos ou simples “liberdade poética” dos cozinheiros.

Confira nossa lista de práticas adotadas pelos brasileiros na cozinha italiana que, de fato, não são nada italianas. E em alguns casos, eles sequer têm conhecimento do abrasileiramento de suas criações por aqui!

Cozinha italiana? Acho que não.

  1. Palha Italiana

Embora o nome remeta à Itália, o doce de bolacha e brigadeiro é tipicamente brasileiro. A própria inclusão do brigadeiro, doce típico daqui, já denuncia quem foi que criou essa receita.

  1. Molho Bolonhesa

Se você for para a cidade de Bolonha esperando consumir um macarrão com molho à bolonhesa, vai se decepcionar. Lá, essa receita não existe. Originalmente, o molho é composto de carne de boi e de porco, e se chama ragu. Além disso, é servido com macarrão tagliatelle.

11 práticas brasileiras na cozinha italiana que os italianos desconhecem

  1. Parmegiana

Embora exista um prato italiano chamado parmigiana, ele é bem diferente do tradicional bife de boi à milanesa coberto com queijo e molho de tomate, tão tradicional no Brasil. Na Itália, parmegiana se refere, na verdade, à receita de lasanha de berinjela. Há, porém, um prato na cozinha italiana que se assemelha à nossa parmegiana: a carne alla pizzaiola, nada mais que um bife coberto com molho de tomate — sem a tradicional muçarela.

  1. Pizzas com coberturas inusitadas

Já viu por aí pizzas de strogonoff, frango com catupiry, sorvete e diversas combinações pra lá de esquisitas? Saiba que isso tudo é invenção brasileira, e de outros diversos países. Mas não dos italianos. Enquanto nos apegamos ao recheio, na Itália, o foco é dado à preparação da massa.

11 práticas brasileiras na cozinha italiana que os italianos desconhecem

  1. Rondelli

Embora o nome seja legitimamente italiano, a receita de massa enrolada com recheio não existe na Itália. A variação mais parecida é conhecida como rotoli, ou rotolini.

  1. Sardella

A receita tradicional da Sardella, feita na região da Calábria, na Itália, tem todo um modo de preparo especial. O peixe é pescado sempre entre fevereiro e abril, colocado para secar com sal. Depois de salgar por cerca de sete meses, são misturados condimentos, sementes de erva-doce e azeite de oliva. Já no Brasil, a receita é bem mais simples: feita com anchovas e sardinhas compradas já prontas, nas quais é acrescido o pimentão.

  1. Fogazza

Existe uma receita chamada focaccia, que se trata de um pão rústico assado, condimentado com sal e azeite. Mas essa não é a fogazza que conhecemos por aqui. Talvez, a maior inspiração para o prato que é brasileiro seja uma receita chamada panzerotto. Ele é bem parecido com o pastel brasileiro, com recheios diferentes.

Hábitos importados da Itália, certo? Errado!

  1. Garfo e colher para comer massa longa

Tem o hábito de usar a colher para auxiliar a enrolar o macarrão no garfo? Pois então não leve esse hábito para uma viagem à Itália. Lá, eles podem considerar isso uma abominação, uma vez que usam apenas o garfo e sua habilidade para se alimentarem das tradicionais massas longas.

  1. Cortar o macarrão com faca

Quer conseguir a antipatia dos italianos? Cometa uma das mais graves gafes relacionadas à cozinha italiana: cortar o macarrão com faca. Na Itália, as massas têm um processo de produção muito exigente e rigoroso para que não se parta e seja consumida inteira. Então, não faça uma coisa dessas com um italiano por perto, hein?

  1. Suco ou refrigerante acompanhando a refeição

O que parece bem comum por aqui, não acontece de jeito nenhum na Itália. Nada de refrigerante ou suco acompanhando sua refeição. O costume adotado pelos italianos é, no máximo, tomar um copo de água e/ou uma taça de vinho.

  1. Fechar a refeição com capuccino

Costuma pedir um famoso capuccino ao terminar sua refeição? Deixe para fazer isso longe de um italiano, pois ele com certeza vai te olhar com estranheza. No país da bota, o capuccino é tradicionalmente tomado no café da manhã.

Portanto, quer provar um pouco da verdadeira gastronomia do país da bota? Então, venha visitar o Pecorino em Indaiatuba e conheça a mais legítima cozinha italiana.

*Texto produzido e otimizado pela Mídia.Crawl.


Leia também:

Daisho conta um pouco da história do Yakissoba

A história do Carpaccio, famoso antepasto italiano

 

Sobre o Autor

Endereço: Polo Shopping - Alameda Filtros Mann - CEP.: 13330-350 - Indaiatuba/SP - Tel. (19) 3936-2087

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat