Hasta la vista fakes! Instagram começa a remover likes, comentários e seguidores falsos

Hasta la vista fakes! Instagram começa a remover likes, comentários e seguidores falsos

E mais: entenda como os microinfluenciadores poderão se beneficiar com essa iniciativa

Pode confessar: você já sonhou em ser um influenciador digital, não é mesmo? Milhões de seguidores, marcas atrás de você, convites vips para eventos e viagens, além de um dinheiro gordo entrando na conta. Não parece nada ruim! Mas, e se dissermos que a partir de agora a mamata de muita gente vai acabar? Para desespero de muitos influencers, recentemente o Instagram anunciou que excluirá contas, curtidas e comentários fakes da plataforma. E sabe o que isso significa? Acompanhe a leitura que iremos lhe contar!

Seguidores fakes

De todo o glamour contado acima, o que talvez você não saiba é que muitas pessoas utilizam aplicativos externos para adquirir seguidores falsos. Pode até parecer inofensivo, mas não é!

Criado com o intuito de inspirar seus usuários por meio de experiências reais e interações genuínas, o Instagram se popularizou. Aos poucos, as pessoas começaram a perceber que produzir conteúdo dentro da plataforma poderia ser bastante vantajoso. E, como se sabe, o número de seguidores nesse tipo de rede é sinônimo de status.

Cientes disso, diversas empresas e pessoas comuns passaram a recorrer a ferramentas para comprar likes e, assim, multiplicar o número de followers. As marcas, que já estavam de olho nessa tendência, perceberam que, devido ao grande número de seguidores, tais pessoas poderiam desempenhar grande influência na tomada de decisão de compra daqueles que as seguem. Nascia aí o Marketing de Influência e, junto dele, a corrida desenfreada para ver quem acumulava mais números.

Contudo, como assegurar que a marca, ao contratar um influenciador digital com base na quantidade de followers, estaria;de fato impactando o seu público de interesse? A verdade é que já não dava mais para saber, afinal, boa parte daqueles números eram falsos. Já estava na hora, portanto, de o Instagram certificar que o seu serviço estava gerando resultados reais para justificar o investimento.

A hora da virada

Para identificar as contas que estariam utilizando os chamados bots para comprar seguidores falsos, o Instagram desenvolveu um novo algoritmo. Em seu pronunciamento oficial, a empresa se colocou como responsável por garantir que as experiências dentro;da plataforma não sejam interrompidas por atividade não autêntica. Para tanto, começou a remover likes, seguidores e comentários de contas falsas que usam aplicativos externos para potencializar sua popularidade.

A partir de agora, todas as contas que forem identificadas por usarem essas ferramentas serão;notificadas de que suas curtidas falsas foram removidas. Além disso, elas também receberão um aviso para realizar a troca de senhas, uma vez que esse tipo de app pode ter afetado a segurança da conta.

A ascensão dos microinfluenciadores

Os números são mais tímidos, mas se a palavra de ordem no Marketing de Influência é engajamento, então os microinfluenciadores;levam grande vantagem nesse cenário. E é fácil entender o porquê. Ao compartilhar em seu canal informações sobre algo que gosta muito, o microinfluenciador acaba, naturalmente, atraindo pessoas com o mesmo gosto e que passam a acompanhar o conteúdo.

Para a marca que opta por fazer uma ação com esse grupo, a visibilidade, se comparada aos grandes influencers, pode até ser menor; em contrapartida, ela terá a certeza de que está falando com o público certo.

Segundo uma pesquisa realizada pelo Youpix, GfK e Airstrip, existe uma correlação direta entre a base de fãs e seu nível de envolvimento;com a produção do influenciador. Criadores de conteúdo que possuem de 400 a 500 seguidores geram engajamento de 7,8% de sua base. Os que possuem de 900 a 1.100 seguidores geram engajamento de 3,4% e;assim por diante até chegar ao nível dos grandes influenciadores, que têm 900 mil e 1,1 milhão e somente 1,8% da base engajada.

Outra quesito que faz o microinfluenciador sair na frente, sobretudo após a descoberta dos seguidores fakes, é o seu grau de confiabilidade. Isso se dá porque o conteúdo produzido por ele é percebido pelo público;com o mesmo nível de confiança de um review de produto feito por um usuário comum. Vale lembrar que 60% das pessoas que estão prestes a comprar algo consultam;blogs e redes sociais durante a tomada de decisão. Além disso, 30% delas são influenciadas pela recomendação;de uma não-celebridade — enquanto só 3% mudam de opinião depois de ver o depoimento de um famoso.

Seja você uma marca em busca de resultados para ampliar sua visibilidade ou uma pessoa que sonha em influenciar os;seus seguidores, o mais importante é garantir esse território de forma real. Números fakes serão somente enfeites em seu perfil e essa popularidade artificial está com os dias contados.

Sobre o Autor

Endereço: Rua XV de Novembro, 1112 - sala 2 - CEP.: 13330-070 - Indaiatuba/SP - Tel.: (19) 40420-0897

Veja Também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat