HomeDavilinhaQuais são as crianças que estamos criando para o mundo?
Quais são as crianças que estamos criando para o mundo?

Quais são as crianças que estamos criando para o mundo?

Crianças, elas precisam aprender a valorizar mais o meio ambiente em que estão inseridas

Ao trabalhar respeito e responsabilidade com as crianças é preciso inserir na lista de compromissos o item meio ambiente. Meio ambiente é um assunto da moda. Porém, de verdade, poucas são as ações efetivamente praticadas para reverter o quadro dramático de hoje.

São as crianças de hoje os responsáveis por reverter futuramente o destino do nosso planeta desgastado e degradado. Mas para isso primeiramente é preciso exercitar com elas o olhar. Elas, tão jovens, vivas, cheias de informação e com grande aptidão física são, muitas vezes, incapazes de observar. Enxergar e contemplar os elementos do meio em que vivem. Pores do sol, nuvens, plantas, animais, rios, montanhas etc.

Depois é necessário fazer com que pratiquem algumas ações voltadas para a preservação. Economizar água e energia elétrica, reconhecer a necessidade de reaproveitar materiais, plantar uma pequena horta, cuidar do seu jardim e do seu bichinho de estimação. Controlar impulsos de gastar, repor objetos estragados, respeitar as posses alheias. Devolver objetos emprestados, discutir a compra do necessário e do supérfluo.

Essas são atitudes dificultosas num mundo consumista, de valores descartáveis e interesseiros, que atrasam o desenvolvimento sustentável e o progresso consciente e equilibrado.

O auge da preocupação ambiental

No auge da preocupação ambiental, muitos pais perguntam “que mundo vamos deixar aos nossos filhos?” quando a pergunta deveria ser “que filhos vamos deixar para este mundo?”. Ao fazer a primeira pergunta as pessoas parecem se ocupar mais com a questão global envolvendo ecologia, violência, política, fome, etc. Ao fazer a segunda pergunta, há uma preocupação mais particularizada e próxima do sujeito. Que remete ao que se pode fazer para tornar os filhos mais fortes. Pessoas do bem e melhores a cada dia.

O despontar da engenharia genética que de um lado propõe soluções e de outro provoca preocupações traz à tona discussões éticas e de saúde que antes não ocupavam os pensamentos da população.

Manter o meio ambiente saudável e equilibrado, longe do extermínio dos habitats, da poluição, do efeito estufa, dos alimentos alterados geneticamente, do desmatamento etc. É uma tarefa longa e árdua que precisa começar a ser discutida com as crianças a fim de estimular a multiplicação dos conhecimentos. O que fará com que elas tenham dados. Pesquisem e investiguem alargando o seu conhecimento intelectual, afetivo e científico sobre esse tema tão atual.

 

Foto-Rosangela-Silva-Educação

Coluna Rota Educacional

Rosângela Silva

www.mrosangela.blogspot.com

 

Share With: