HomeColunasTempos líquidos a escorrer pelos dedos
Tempos líquidos a escorrer pelos dedos

Tempos líquidos a escorrer pelos dedos

“Vivemos tempos líquidos. Nada é para durar”. Disse Zigmunt Bauman.

Tempos líquidos. Tudo muda rapidamente. Basta uma pressão mínima.

Nada mantem a mesma forma por muito tempo.

Vamos lembrar dos móveis e eletrodomésticos da nossa vó, o carro da família onde uma simples maçaneta era feita de ferro, assim como o para choque e para lama. Casamentos? Duravam 30, 40, 50 anos.

Em tempos líquidos, tudo tem prazo de validade. Troca-se tudo muito fácil.

 O que vale é o consumo, o prazer e a artificialidade.

Amizade? Amor? Inicia ou termina em um clique nos aplicativos disponíveis.

E antes que o tempo passe como líquido escorrendo entre os dedos, vamos solidificar nossos momentos.

Líquido, só se for aquela geladinha.

MATÉRIAS RELACIONADAS

CLUBE DE VANTAGENS

Para obter descontos e benefícios especiais conheça o nosso Clube de Vantagens e privilegie os produtos, serviços e restaurantes que oferecem conveniências.

Share With: